Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando.
Clarice Lispector.    (via felicidadeadois)
É tão lindo quando você sente que encontrou a pessoa certa. Quando você percebe que todas as suas orações à Deus foram atendidas. É tão lindo quando cada choro baixinho durante a noite se transforma em sorrisos e sonhos de um futuro bom. Quando um abraço, mais que qualquer outro, te aconchega e te faz sentir pequenina diante de tanta ternura. É tão lindo ser cúmplice, amante, e amigo. Ouvir e contar histórias tão bobas, e rir. Olhar nos olhos e contemplar, e apenas conseguir pensar: te conhecer foi a melhor coisa que me aconteceu, eu tenho sorte de ter você!
Plenitude    (via delator)
Você me faz sorrir olhando a tela do celular, e parecer uma louca para quem me olha e não entende o quanto é bom ter alguém como você, que torna tudo melhor e mais fácil. E me faz querer sorrir por tudo e o tempo todo. Me faz escutar uma música qualquer e fazer dela parte da nossa trilha sonora. E me imaginar cantando para você, te colocando pra dormir todas as noites. E, depois, zelando teu sono e ouvindo tua respiração calma, tanto quanto o meu coração por sentir o teu mais perto. Me faz pensar em você com esse teu sorriso lindo olhando pra mim, me guardando no teu abraço e me fazendo esquecer todo o resto. Me faz escrever sobre você quando eu menos espero, sobre coisas que eu ainda não entendo como ou por que. Mas que, ao mesmo tempo, acontecem sem esforço algum. E me faz perceber que, sem perceber, minha felicidade se tornou parte da tua. E, você, parte de mim.
Plenitude.  (via delator)
Por que não vem me ver? Eu quero te abraçar. Preciso de você pra mim.
Los Hermanos.   (via delator)
Por favor. Não deixa eu virar apenas uma saudade pra você.
Guilherme Sabino  (via delator)
install theme